Placa de Policarbonato

Semelhante em aspecto ao acrílico, o Policarbonato tem transparência semelhante, porém uma resistência a impactos superior a 30 vezes, ou acima de 250 vezes à do vidro. Muito requisitadas para aplicações arquitetônicas, as placas de Policarbonato apresentam peso específico abaixo de 50% em relação a equivalentes de vidro, possuem tratamento contra o ataque dos raios ultravioleta.

Origem

A autoria da invenção do policarbonato é controversa. Concordante quanto à década de 1.950, uma parte das informações aponta para a Alemanha; Hermann Schnell o descobriu nos laboratórios da Bayer; outra versão aponta para os Estados Unidos: Dan Fox, que trabalhava nos laboratórios da General Electric, teria feito a descoberta fortuitamente.

Termoformação

Compatíveis com uso em temperaturas entre -30 e 120ºC, as placas de policarbonato são termoformaveis, possibilitando a criação de superfícies curvadas por vacuum forming. As placas planas são obtidas via extrusão, processo térmico que assegura superfícies estritamente planas e paralelas.

Usinagem

Embora muito resistente a impactos, o policarbonato é descrito como termoplástico macio, em contrapartida ao acrílico, citado como plástico duro. Assim, o policarbonato, permite ser usinado, perfurado e cortado. De fato, são descritas operações como retificação, aplainamento, e, alem da perfuração, ciclos de roscamento com macho, e, para os tarugos, roscamento externo com cossinete.

Comportamento químico

O policarbonato é inerte a muitas substâncias, viabilizando tanques de armazenamento e bancadas ou plataformas de manipulação, dutos para escoamento e funis auxiliares para o envasamento.

Uma das vantagens do policarbonato consiste na não propagação de chamas: pelo contrário, o material é autoextinguível, vindo ao encontro de exigências constantes em normas de segurança contra incêndios e explosões, tendo sido classificado em compatibilidade com a norma UL94.

Comportamento elétrico

Altamente isolante, o Policarbonato assegura resistência dielétrica superior a 28 kV/mm, e constante dielétrica acima de 2,9.

Comportamento ótico

Translúcido, o Policarbonato se assemelha em muitos aspectos com o vidro e com o acrílico. Apresenta índice de refração de 1,59, contra 1,49 do acrílico. Implica que, à semelhança dos dois, possibilita a fabricação de lentes, e visores de proteção, mas devido a alta resistência ao impacto do policarbonato, ele se sobre sai.